Israelense promete acabar com má qualidade em ligações

09/05/2015 11:44

CellMining lança nova funcionalidade para tecnologia de redes auto-organizáveis baseadas em comportamento

O crescimento das redes LTE levou a israelense CellMining a desenvolver uma plataforma de redes auto-organizáveis (SON) baseada no comportamento dos usuários, ou seja, uma tecnologia Behavior-Based SON. Com esse recurso, a companhia do Oriente Médio avalia que pode detectar chamadas de voz de baixa qualidade em redes LTE e ajudar as operadoras a entenderem e resolverem os problemas da infraestrutura. A novidade, agora, é a adição de outra funcionalidade à plataforma. Trata-se do suporte Behavior-Based SON à VoLTE, sigla para voz sobre redes LTE, outra tendência entre as operadoras.

Com a nova funcionalidade, a CellMining acredita as operadoras ganham mais capacidade para detectar chamadas de baixa qualidade em redes 2G, 3G e LTE, desde que passem para  chamadas de voz que passam por redes LTE. Em geral, a qualidade de áudio é prejudicada por problemas de configuração e planejamento de rede ou até mesmo por falhas na rede principal e na rede de transmissão. Na resolução dos problemas, a tecnologia Behavior-Based SON mapeia os problemas, em função do conhecimento do perfil do assinante, do tipo de celular, entre outros dados. A solução da empresa israelense, segundo ela, também propõe lidar com problemas de mobilidade, acessibilidade e transferência de dados na rede LTE, com funcionalidades de SON com circuito aberto e fechado.

 

Fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!