Mercado Livre celebra sucesso do e-commerce em 2014

03/03/2015 11:56

Com 101 milhões de itens comercializados pela plataforma de vendas , o Mercado Livre comemora o crescimento de 18% na receita líquida do ano passado.

 

 

Na última quinta-feira, o Mercado Livre divulgou os resultados financeiros de 2014, apontando uma receita líquida de US$ 556,5 milhões, o que posicionaria a marca novamente na liderança de mercado da região.

Somente no último trimestre do ano, o aumento foi de 27%, em comparação ao mesmo período de 2013, principalmente devido a atuação da filial brasileira, que obteve um aumento de 33% no número de itens vendidos. No plano global do trimestre, a plataforma do Mercado Livre alcançou a cifra de US$ 1,7 bilhão em volume comercializado pelos usuários, representando uma alta de 85% em moedas locais, porém 16% mais baixo em dólares, resultado das desvalorizações cambiais.

Apesar da alta do dólar e do momento sensível para a economia brasileira – com crescimento de apenas 1% esperado até o final do ano - a crise não parece estar atingindo as operações de e-commerce. Para Pedro Arnt, Vice-presidente Financeiro do Mercado Livre, os resultados positivos foram um reflexo de um modelo bem sucedido de marketplace, motivado pelo aumento na utilização do comércio online em vez do tradicional.

O lançamento do Mercado Shops, no início de 2014, compôs um dos quatro pilares de operação da empresa, agora incluindo as “lojas oficiais”. A ferramenta permite a criação de página própria no site do Mercado Livre pelas empresas aderidas, já obtendo 545 adesões de grandes varejistas em sete diferentes países (175 somente no Brasil). “É um opcional de sucesso ao tradicional C2C (Consumidor Para Consumidor) e ajudou a marca a ficar entre os 11 sites mais visitados no país, com 111 milhões de acessos”, garante Helisson Lemos, Diretor Geral da empresa no Brasil.

Outro pilar de sucesso foi o Mercado Envios, que cresceu mais de dez vezes desde o início das operações, em 2013. No ano passado, foram mais de 13 milhões de entregas, aproximadamente um terço de todas as vendas da plataforma. Com o mesmo entusiasmo, o Mercado Pago, plataforma de pagamentos com diversas ferramentas, entre elas o parcelamento das compras, cresceu 58% no último trimestre, chegando a 14,2 milhões de operações no período de setembro a final de dezembro.

 

Fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!