Opinião: por que não vale a pena comprar o Apple Watch

09/05/2015 14:03

 Share2  

Os rumores acerca do relógio da Apple duraram mais de um ano. Isso deu tempo para que a indústria se mexesse para fazer surgir um novo mercado, e desde o começo, todos trabalharam à espera daquele produto que até então ninguém podia confirmar se existiria. Esperava-se que, quando finalmente aparecesse, o Apple Watch seria superior o bastante para tomar o mercado de relógios para a Apple, que já tinha feito o mesmo com iPhone e iPad. Mas, tirando todo o marketing espontâneo que se criou em torno dele, a verdade é que o Apple Watch não oferece assim tantos diferenciais.

Tive a oportunidade de conhecer a novidade na semana passada, em Nova York, e preciso admitir que a Apple teve mais cuidado que as concorrentes quando pensou em personalização, porque permite que o usuário adquira o Apple Watch em tamanhos diferentes e faça combinações com uma infinidade de pulseiras. Além disso, o acabamento é impecável, ele foi muito bem trabalhado, esteticamente.

Apesar disso, o dispositivo surgiu quadrado num momento em que o mercado parece ter percebido que, além dos amantes de tecnologia, é preciso conquistar as pessoas que já usam relógios de pulso - e essas pessoas estão acostumadas a produtos redondos, não quadrados. Motorola e LG, por exemplo, têm relógios que se assemelham ao tradicional.

E o Apple Watch é caro demais, também; em média, mais caro que o iPhone sem o qual o relógio não serve para nada, apesar de sua versão mais simples custar US$ 350. A versão em ouro fica estranha nas pulseiras mais baratas, então imagino que o sujeito disposto a desembolsar o mínimo de US$ 10 mil pedidos pelo Watch Edition prefira ir mais longe e colocar uma pulseira Classic ou Modern, que chega a custar US$ 17 mil e, especula-se, pode aparecer no Brasil por incríveis R$ 98 mil.

 
 

A questão é: o Apple Watch realmente vale tudo isso ou será que o cliente da marca vai comprá-lo apenas porque o Android Wear ainda não é compatível com o iPhone? "Ainda" porque dizem que o Google trabalha para resolver isso, fazendo com que produtos como G Watch Urbane, da LG, estejam disponíveis para esse público - falo deste modelo porque ele é bem mais parecido com um relógio normal que o da Apple e tem custo igual ao do modelo mais barato vendido pela maçã.

As primeiras análises sobre o Apple Watch mostraram, discretamente, que o mercado se decepcionou com o que viu, apesar de o produto ter batido o recorde de pré-vendas. O Wall Street Journal chegou a recomendar que as pessoas esperem as próximas versões para que não comprem um produto necessitado de ajustes. Eu uso MacBook, iPad e iPhone e, como cliente da Apple, não poderia concordar mais. O Apple Watch é um produto indiscutivelmente bem feito, mas caro demais pelo que oferece; e como nada do que ele faz de importante é inédito no mercado, se pudesse escolher, eu ficaria com um Android Wear.

 

Fonte:Olhardigital

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!