Sobrevivência do mercado imobiliário passa pela inserção no mundo digital, diz site

14/04/2015 08:52

Hoje, dos 300 mil profissionais desse mercado, apenas 40% estão na web.

 

Para incrementar os negócios e sobreviver em um mercado cada vez mais competitivo, principalmente diante de um cenário de crise econômica, as incorporadoras, corretoras e imobiliárias precisam se inserir em curtíssimo prazo no ambiente digital e adotar estratégias de marketing na web mais assertivas. Esta é a avaliação do Imovelweb, um dos principais portais do setor imobiliário de classificados online.

Segundo o CEO do Imovelweb, Mateo Cuadras, para passar por um período desafiador como o ano de 2015, os cerca de 300 mil profissionais do setor imobiliário precisam se mexer para não sucumbirem. “Estar presente na internet é o caminho. Porém, é preocupante constatar que apenas 40% deste universo está no ambiente digital”.

Para reforçar os argumentos, Cuadras destaca os números de 2014 da Comscore, empresa especializada em dados sobre a internet. “O Brasil possui 68 milhões de visitantes únicos, sendo a 5ª maior audiência digital do mundo. Em média, os brasileiros passam 29,7 horas por mês na Internet, sete a mais que a população mundial (22,7 horas) e oito a mais que a América Latina (21,9 horas)”. Se levados em conta a pesquisa Think Real Estate (Google), que aponta que mensalmente mais de 12 milhões de brasileiros acessam sites do segmento imobiliário, fica mais do que provado que a digitalização está deixando de ser uma tendência. “Ainda de acordo com este estudo, 60% das transações imobiliárias acontecem após as buscas realizadas na internet. É importante observar que o mercado tem entendido este novo modelo e está buscando evoluir junto com os usuários finais”.

Nessa linha de pensamento, a reconhecida consultora em marketing digital Martha Gabriel destaca que "é preciso estar onde o povo está, e o povo está na internet, nas redes sociais, no mobile, e no Google, que detém mais de 95% das buscas no Brasil". Em relação ao setor imobiliário, ela esclarece que é um dos que mais crescem na web. Em 2014, houve um aumento de 133% nas buscas sobre imóveis no Youtube. Em relação aos compradores, 65% assistem vídeos online como fonte de consulta sobre imóveis e 60% do processo de compra de imóveis acontece online. "Não há como ignorar as plataformas digitais".

Mercado de contact center deverá movimentar R$ 45,6 bilhões em 2015

Diego Maia, consultor de gestão, complementa os dados, afirmando que chegou a era do relacionamento no mercado imobiliário. Não cabe mais o corretor ficar sentado à espera do cliente. “Ele precisa fazer o papel de consultor, adotar novas estratégias e ferramentas para atender às necessidades dos clientes, como as digitais. No Encontro Imobiliário, foi apresentado diversas ferramentas inéditas e simples, de fácil compreensão que podem impulsionar os contatos e as vendas. A verdade é que não há mais espaço para o discurso antigo: se o operador não estiver presente na vida dos potenciais compradores, oferecendo algo diferenciado e de forma diferenciada, está fadado ao fracasso”

 

Fonte:Ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!