Altarede se prepara para participar dos principais PTTs mundiais

23/10/2018 19:03

Instalada no Teleporto do Rio de Janeiro, a Altarede promoveu uma intensa renovação no core da rede, cumprindo dois objetivos: ampliar a velocidade de conexão dos clientes para 100 mbps e se conectar aos principais pontos de troca de tráfego (PTT) globais.

Para cumprir o primeiro objetivo, a troca de equipamentos e a expansão do core da rede para a tecnologia DWDM (Dense Wavelength Division Multiplesxing – multiplexação densa por comprimento de onda) vem sendo operacionalizada desde 2014/2015. “Com o crescimento da rede, precisamos investir em equipamentos que nos permitissem ofertar interfaces de maior capacidade e densidade no número de rotas”, explica Mario Gulla, diretor de Engenharia da Altarede.

Com mais de 5 mil km de backbone óptico na região Sudeste, cortando os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo, a Altarede tem 90% das operadoras do Rio de Janeiro passando pela sua rede.

 
 

A nova infraestrutura não só diminuiu os riscos operacionais da Altarede, como aumentou a resiliência e a disponibilidade de sua rede, destaca Mario Gulla. Além disso, a rede prepara a empresa para desfilar entre os grandes prestadores globais. Tanto que o plano da Altarede é participar os prinicipais PTTs do mundo, em Nova York, Miami, Frankfourt, Amsterdã e Londres, além das conexões nos grandes centros urbanos brasileiros.

Assista à entrevista com Mario Gulla, diretor de Engenharia da Altarede.

 

 

 
 
 

 

Fonte:Ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!