Atualização do Chrome bloqueia extensões que não vêm da Web Store

13/02/2014 13:57


O Chrome começará a implantar em breve suas novas políticas com relação às extensões. Conforme anunciado previamente, não será mais possível instalar normalmente complementos que não venham da Chrome Web Store; além disso, aqueles que já estão instalados serão permanentemente desabilitados.

A aplicação das novas normas deverá ter início com o lançamento da versão 33 do navegador, que atualmente se encontra no número 32. A previsão é que a próxima versão estável do Chrome seja lançada no final do mês, ou início de março.

Em um FAQ, o Google informa que apenas com o navegador no modo de desenvolvedor será possível executar extensões que não tenham origem da Web Store, justamente para possibilitar que elas continuem sendo criadas e testadas livremente.

Anunciada em novembro a medida foi tomada porque muitos cibercriminosos abusavam do mecanismo de instalação de extensões externas para instalar códigos maliciosos no navegador, que quebravam as configurações do Chrome e alteravam a experiência do usuário de formas indesejadas.

O Google dá o exemplo de alteração da página exibida ao abrir uma nova guia. "Na verdade, esta é a maior causa de reclamações dos nossos usuários no Windows", explica.

Via The Next Web


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!