Audiência pública para faixa de M2M já tem data marcada

28/02/2014 18:39

Acontecerá dia 07 de março, em Brasília, conforme comunicado da Anatel.

O Brasil não quer ficar para trás na corrida do M2M (machine-to-machine), e a Anatel já marcou para o dia 07 de março a audiência pública, que vai definir o uso do espectro de 70/80MHz para transmissão de dados de M2M.

América Latina tem potencial para crescer em dados móveis
Anatel fará consulta pública sobre uso de faixa para M2M

A faixa de frequência também pode ser usada para aplicações, serviços e para interligar estações de radiobase de telefonia móvel na substituição à fibra óptica.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações, o espectro é um recurso limitado e patrimônio público, e em comunicado, o órgão público disse ter levado em consideração o aumento da demanda por comunicações de dados nos próximos eventos, e a demanda – natural - por sistemas de transmissão de dados.

O objetivo é destinar as faixas para utilização de qualquer serviço de telecom que use aplicações ponto-a-ponto em caráter primário, de acordo com a consulta pública 2/2014.

O texto completo do anexo e documentos estarão disponíveis na Biblioteca e no site da Anatel. As contribuições devem ser enviadas pelo SACP (Sistema Interativo de Acompanhamento de Consulta Pública), até 24h do dia 13 de março, e a agência irá considerar as manifestações recebidas até as 18h do mesmo dia, que forem enviadas por carta, fax ou e-mail.

M2M

O número de conexões máquina-máquina tem crescido no país. O último relatório de banda larga do Telebrasil afirmou que o Brasil já conta com 15,4 milhões de terminais de dados máquina-máquina.

Segundo a agência, dos 103,11 milhões de conexões móveis de 2013, o M2M obteve 3,06% de participação.

Um relatório publicado pela Frost&Sullivan em novembro afirma que  as operadoras da América Latina têm potencial para alcançar US$ 110,30 bilhões em receita de dados até 2018 – enquanto em 2012, um ano considerado bom para o mercado móvel – as prestadoras obtiveram US$ 81,03 bilhão de receita, somente com dados. Segundo a Infonetics, em todo o mundo a receita de M2M foi de US$ 15 bilhões no mesmo ano, e essa soma veio principalmente de verticais automobilística e de transportes e logística.

 

Fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!