Brasileiros criam câmera inteligente no Vale do Silício

08/08/2015 08:28

Aparelho edita vídeos automaticamente e entrega pequenos clipes para serem compartilhados em redes sociais.

Os brasileiros Bruno Gregory, Marcelo Do Rio e Márcio Saito, cofundadores da start-up Graava, definiram uma empreitada desafiadora: competir no mercado americano de câmeras de ação, dominado pela GoPro, e com concorrentes de peso, como Sony, Kodak e Panasonic, mas com um diferencial no mercado. O produto apresentado pelo trio usa um algoritmo inteligente para criar pequenos clipes do material bruto resultante das filmagens, economizando algumas horas de trabalho com edição. A função é inédita e pode atrair consumidores frustrados com outras opções, que tornam fácil a captura dos vídeos, mas que ainda exigem conhecimento técnico para criar filmetes para serem compartilhados nas redes sociais.

“Não temos como não concorrer com a GoPro, mas oferecemos uma abordagem diferente”,  diz Do Rio, conhecido no país por ter fundado a cervejaria Devassa. — A nossa intenção não é o profissional, mas o consumidor comum. É para a pessoa que vai dar uma volta de bicicleta e depois não tem tempo ou conhecimento para selecionar as melhores partes do vídeo. Nós brincamos que somos a “No Pro”.

A ideia surgiu em 2012, de um acidente de trânsito envolvendo Gregory. Ele estava andando de bicicleta com um amigo quando foi atropelado e o motorista fugiu. Por sorte, seu colega estava com uma câmera de ação e registrou a placa do carro. Dias depois, ele estava pedalando e percebeu que nunca estava com a sua própria câmera, e começou a pensar nos motivos que o fizeram largá-la dentro da gaveta. A resposta era que os vídeos produzidos, no fim, não serviam para nada, ficavam apenas ocupando espaço de memória no computador.

São Paulo é eleita a melhor cidade para startups da AL

Gregory, Saito e Do Rio se conheceram no Vale do Silício e, no ano passado, fundaram a start-up. O intuito era criar uma câmera com um software de inteligência artificial capaz de selecionar os melhores momentos de um vídeo, da mesma forma que um pessoa. E assim foi feito. A Graava entrou em pré-venda nesta quarta-feira, por US$ 249, com previsão de entrega para o primeiro trimestre do ano que vem. Quando chegar às lojas, o equipamento vai custar US$ 399.

 

Fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!