Caixa de som inteligente da Amazon esgota nos EUA antes do Natal

26/12/2016 14:54

Gadget mais desejado do momento permite utilizar a assistente pessoal Alexa, que ajuda os usuários a controlar casas inteligentes.

caixa-de-som-da-amazon-okA caixa de som inteligente Echo, fabricada pela Amazon, está esgotada tanto nas lojas físicas como no site da empresa, alguns dias antes do Natal. Um dos produtos mais inovadores dos últimos tempos, a Gadget permite usar a assistente pessoal Alexa em vários ambientes da casa para fazer pedidos como tocar música, ditar uma receita, entreter as crianças, além de controlar luzes e outros dispositivos conectados à internet. O produto custa US$ 180.

De acordo com o site da revista norte-americana Fortune, ao fazer um pedido da versão do produto na cor preta por meio do site da Amazon, o consumidor precisa esperar a entrega, pelo menos, até 19 de janeiro de 2017 — para frete internacional, o prazo pode variar. No caso da versão na cor branca, a espera até a entrega vai até 30 de dezembro. Há ainda, uma versão pequena do Echo, chamada Echo Dot, que só voltará ao estoque em 27 de dezembro.

O Echo é um alto-falante inteligente que traz a Alexa, uma assistente pessoal que responde a comandos de voz. Ela é capaz de, por exemplo, reponder perguntas, reproduzir músicas, criar listas de tarefas, configurar alarmes, ler notícias e livros e ainda dar informações sobre clima e trânsito. Desde que foi lançado, em novembro de 2014, o produto tem sido um dos itens mais desejados da temporada de Natal nos EUA. Ainda não está claro, porém, se a demanda foi mais alta do que a prevista pela Amazon para este final de ano, o que teria levado à indisponibilidade do produto.

Não é só a Amazon, porém, que enfrenta problemas para atender à demanda por seus produtos no Natal. Outra empresa que está tendo problemas é a Apple, que lançou os fones de ouvido sem fio Air Pods. A empresa está enfrentando problemas de indisponibilidade do produto mais uma vez, um problema recorrente com itens novos da marca, que são fabricados na China. O Google, também segundo a Fortune, também tem dificuldades em atender todos os pedidos de smartphones da linha Pixel, também lançada recentemente.

Fonte:Ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!