Carros com motoristas serão banidos, prevê CEO da Tesla Motors

18/03/2015 09:51

 Share1  

O carro que você gosta de dirigir deve ser proibido dentro de alguns anos, para dar lugar nas ruas e estradas a veículos autônomos, comandado apenas por algoritmos e sensores. Pelo menos é o que prevê Elon Musk, CEO da Tesla Motors e um dos entusiastas do avanço da tecnologia de automóveis que dirigem sozinhos.

A explicação não é muito difícil de entender. Eventualmente, nos próximos 20 anos, computadores evoluirão ao ponto de fazer um trabalho mais seguro ao “volante” (que se tornaria apenas uma metáfora) do que os humanos, pelo menos estatisticamente. Assim, ter humanos no controle dos carros, se tornaria um risco.

Musk explica que quando a tecnologia estiver totalmente pronta, não será diferente do que um elevador. “Era comum ter operadores de elevadores, então nós desenvolvemos circuitos simples para elevadores para que eles apareçam automaticamente no andar em que você está”, explica ele.

E, quando chegarmos nesta etapa, o próximo passo lógico seria banir os carros tradicionais. “É perigoso demais. Você não pode ter uma pessoa dirigindo uma máquina de morte de duas toneladas.”

Ainda há grandes obstáculos a serem superados para chegar neste ponto. Elon Musk conta que atualmente, o grande problema é o que acontece na faixa de velocidade entre 24 km/h e 80 km/h. “É aí que acontecem várias coisas inesperadas”, citando ruas fechadas, bueiros abertos, crianças brincando e ciclista. Todas coisas que o carro robótico poderia atropelar sem qualquer remorso. Acima dessa faixa de velocidade estão as estradas (não as brasileiras), normalmente abertas, lisas e sem obstáculos, e abaixo a navegação fica naturalmente mais segura, com mais tempo para analisar os entornos.

A previsão de 20 anos leva em conta o fato de que há hoje uma base industrial enorme de automóveis, de cerca de 2 bilhões. Fazer a mudança para a era dos carros autônomos tomaria este prazo, já que a produção total de veículos no mundo está limitada a 100 milhões por ano.

Via The Verge

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!