CGI.br terá 4 comitês para organizar a conferência internacional sobre governança na internet

27/11/2013 09:32

O Comitê Gestor da Internet anunciou nesta terça-feira, 26/11, a criação de quatro comitês encarregados de organizar a conferência internacional para debater o novo modelo de governança global da internet, agendada para os dias 23 e 24 de abril de 2014, na cidade de São Paulo.

Proposta pela presidente Dilma Rousseff, a Reunião Multisetorial Global Sobre Governança da Internet será uma oportunidade para que líderes de governos e representantes dos diferentes setores (sociedade civil, academia, organismos e entidades internacionais, bem como de comunidades técnicas e empresariais) discutam propostas de desenvolvimento da Internet. O objetivo principal é buscar consenso sobre princípios de governança universalmente aceitos e sobre o aperfeiçoamento de seu arcabouço institucional.

De acordo com o Blog do Planalto, a proposta do encontro foi acertada em uma audiência da presidenta Dilma Rousseff com o diretor executivo da Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers), Fadi Chehadé, no dia 9 de outubro.

Segundo orientação da Presidente Dilma Rousseff, o professor Virgílio Fernandes Almeida, coordenador do Comitê Gestor da Internet no Brasil e Secretário de Política de Informática, foi designado para coordenar a organização dessa reunião. Vírgílio já integra um comitê multisetorial internacional recém criado pela Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN) para estudar modelos de governança da Internet e discutir i futuro da cooperação global na grande rede.

Os comitês a serem criados pelo CGI.br para organizarem a conferência no Brasil são:

1 – Comitê Multisetorial de Alto Nível: responsável pela condução da articulação política e pelo fomento à participação da comunidade internacional;

2 – Comitê Executivo Multissetorial: responsável pela organização do evento, incluindo a discussão e execução da agenda e o tratamento das propostas dos participantes e das diferentes partes interessadas;

3- Comitê de Logística e Organização: encarregado de supervisionar todos os aspectos logísticos da reunião;

4 – Comitê de Assessores Governamentais: aberto a todos os governos que desejem fazer contribuições para a reunião.

Eles terão o apoio de uma secretaria comum, que ajudará a conduzir o seu trabalho e a coordenar as comunicações.

A reunião permitirá a participação global da comunidade em forma presencial ou remota.

Serão estabelecidos mecanismos e cronograma para recepção de contribuições da comunidade global.

 

 

fonte idgnow


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!