Cibercriminosos do Estado Islâmico atacam vários sites japoneses

13/03/2015 16:29

Ataques afetaram oito páginas pertencentes a uma agência de viagens, um time de futebol de Tóquio e uma organização turística do oeste do país.

Vários sites de companhias e organizações japonesas foram vítimas de hackers que asseguram ser ligados ao Estado Islâmico (EI), grupo terrorista que ameaçou o Japão após decapitar dois de seus cidadãos na Síria.

Os ataques afetaram oito páginas pertencentes a uma agência de viagens, um time de futebol de Tóquio e uma organização turística do oeste do país.

Os afetados pelo ataque explicaram à polícia japonesa que seus sites exibem agora imagens de uma bandeira que parece ser do grupo islamita adornada pela frase "Hackeado pelo Estado Islâmico".

O ministro porta-voz do governo, Yoshihide Suga, disse em entrevista coletiva que não se pode confirmar ainda a identidade do autor ou autores do ataque e que a polícia está investigando o caso, segundo declarações recolhidas nesta quinta-feira pela agência de notícias "Kyodo".

Entre o final de janeiro e o início de fevereiro, o grupo terrorista decapitou dois cidadãos japoneses sequestrados na Síria em aparente represália às ajudas econômicas oferecidas pelo Japão aos países da região que acolhem os milhares de refugiados da guerra civil e do avanço do próprio EI na região.

HCor adota dispositivos móveis para automatizar atendimento de pacientes internados

O grupo declarou nos vídeos divulgados na internet mostrando as decapitações que o "pesadelo começou para o Japão" e que iriam assassinar cidadãos japoneses "onde quer que estivessem".

 

Fonte:Ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!