Cientistas são enquadrados por piratear o próprio trabalho

19/05/2014 08:09


Quando alguém cria alguma coisa, seja uma música, um jogo ou um artigo científico, tem o direito de fazer o que quiser com aquilo, certo? Nem sempre, segundo a lei americana de direitos autorais, que abre brecha para que se questione os cientistas adeptos da pirataria.

A Sociedade Americana de Engenheiros Civis (ASCE) está tomando ações legais contra pesquisadores que disponibilizam na internet seus trabalhos científicos publicados nos periódicos da associação. Entre os investigados estão professores de universidades renomadas, como MIT, Stanford, Northwestern e UC Berkeley.

A polêmica veio à tona porque algumas entidades exigem que os autores abram mão dos direitos autorais, concedendo a elas exclusividade sobre os trabalhos. Para enquadrar aqueles que não respeitam a regra, a ASCE contratou até uma empresa especializada em proteção anti-pirataria. 

A prática ocorre em todas as indústrias, inclusive na da música, já que a gravadora detém os direitos de comercialização da obra e raramente um artista pode, caso queira, disponibilizar sua música de graça. No entanto, a ciência baseia-se em questões que dependem de contribuições coletivas para avançar.

Via: TorrentFreak


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!