Empresa de TI para segmento financeiro lucra 45% mais em 2013

08/03/2014 08:23

Unidade de tecnologia pessoal teve queda de 50% no lucro, na comparação anual.

O Grupo GFT, companhia de TI especializada no setor financeiro, cresceu 15% em 2013, com  receita de € 264,29 milhões. No ano anterior, a companhia faturou €  230,69 milhões. O aumento aconteceu por causa da demanda do setor bancário e a aquisição da consultoria italiana Sempla.

Grupo GFT adquire consultoria italiana de TI e fortalece posicionamento no setor bancário

O lucro antes dos impostos também superou as expectativas, com um crescimento de 45%, o que equivale a € 17,52 milhões contra os € 12,11 milhões do ano anterior. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) cresceu 53%, e chegou a margem de € 20,49 milhões.

Marco Santos, country managing e diretor da GFT Brasil, disse que a evolução da filial brasileira foi importante para o crescimento do grupo. “Incorporamos à nossa equipe 100 profissionais, o que equivale a um crescimento de 80% em relação ao ano anterior. Esta forte demanda se deve ao aumento dos nossos projetos no Brasil e México e às exportações para Estados Unidos e Alemanha. No total, 222 profissionais estão trabalhando hoje nas filiais do Brasil, localizadas em São Paulo e Sorocaba”.

O grupo  GFT Solutions, especialista em desenvolvimento de soluções de TI para o setor financeiro, aumentou sua receita em 44%, equivalente a €174,04 milhões, contra € 121,05 milhões do ano anterior. Com a contribuição de € 21,77 milhões de receita da italiana Sempla, a empresa cresceu mais 26%. “Esta tendência positiva foi impulsionada principalmente pela divisão de soluções de TI para Bancos de Investimento e pela demanda por projetos de atendimento de normas regulatórias do setor financeiro”, informou a companhia em comunicado.

A contribuição das receitas da unidade de negócio GFT aumentaram 53%, chegando a marca de € 19,63 milhões, melhoria de 11,3% na margem operacional. “Em 2013, nós melhoramos nosso desempenho na área de atuação GFT, permitindo, até mesmo, superar as receitas e previsões de lucro no segundo semestre do ano", declara o CEO do Grupo GFT, Ulrich Dietz.

Com seus serviços para projetos de tecnologia pessoal, a unidade de negócio emagine registrou receitas de € 90,23 milhões, 10% a menos que no ano anterior. Depois de uma recuperação no terceiro trimestre, a unidade registrou lucro de € 1,06 milhões em 2013, quase 50% menos que o mesmo período do ano passado.

 

Fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!