Empresas se surpreendem com resultados do Big Data, mas falta análise em tempo real

06/01/2016 09:00

Pesquisa da CompTIA mostra que 72% das empresas com iniciativa em Big Data ultrapassaram expectativas com resultados, mas falta maior integração entre os dados para alcançar verdadeiro potencial.

Segundo pesquisa da CompTIA (Associação das Indústrias de Tecnologia da Computação), 72% das empresas que realizaram algum tipo de iniciativa de Big Data tiveram resultados acima da expectativa. O relatório Big Data Insights and Opportunities foi realizado entre setembro e outubro do ano passado, com mais de 400 profissionais de TI no mundo.

Ainda segundo o relatório, cerca de três quartos das organizações pesquisadas citam que o seu negócio seria mais forte se pudessem aproveitar todos os seus dados. Metade das empresas pesquisadas diz ter o nível apropriado de habilidade para utilizar o Big Data, porém, a outra metade vê lacunas de competências em áreas como a análise em tempo real, bases de dados relacionais e segurança de dados. Além disso, 75% das empresas sentem que deveriam ser mais conscientes com a privacidade dos dados, enquanto que 73% acham que precisam de uma melhor análise em tempo real.

O estudo também revela que falta integração entre dados individuais devem ser melhorados para chegar aos resultados ideais, de acordo com Seth Robinson, diretor sênior de análise de tecnologia da CompTIA. “A quantidade de dados que cruzam os fios e as ondas de rádio é imensurável”, diz.

Entre os fatores para aumentar a importância dos dados, as empresas citaram a dependência dos dados para as operações do dia-a-dia, a sensibilidade em torno da privacidade de dados e o uso deles para entender melhor os clientes. Outro fator também importante é o uso dos dados para medir os objetivos de negócios.

Para Robinson, a tecnologia é uma ferramenta poderosa para todas as áreas de negócios das organizações. “Existe um grande peso sobre as questões de como usar essa ferramenta para conduzir aos seus negócios”, diz.

Como usar o Big Data?

Robinson explica que, para uma empresa passar do uso básico dos dados para o mais avançado, é necessário ter atenção em cada um dos três estágios de uso dos dados: coleta e armazenamento, processamento e organização, análise e visualização. Desse modo, as companhias se prepararão melhor para selecionar parceiros para iniciativas de dados e se posicionar para aproveitar o potencial total do Big Data.

 

Fonte:Ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!