Entenda a diferença entre virtualização e computação em nuvem

10/02/2014 08:53

O seu departamento de TI vive falando que seus servidores deveriam ser virtualizados e que é possível reduzir custos armazenando dados ou acessando apps diretamente na nuvem e você não faz a mínima ideia do que isso significa? Embora esses termos sejam cada vez mais utilizados, não é todo mundo que sabe o significado deles e, numa reunião ou bate papo do dia-a-dia, muita gente pode ficar perdida.

Até mesmo aqueles que conhecem computação ainda se confundem e acham que virtualização é sinônimo de computação na nuvem. É bem verdade que as tecnologias podem ser semelhantes, mas há uma diferença significativa entre elas e como elas podem afetar o seu negócio.

O que é virtualização? Em poucas palavras, a virtualização é feita por um software utilizado para criar infraestruturas virtuais a partir de uma estrutura física. É a tecnologia que respalda a computação na nuvem.

A virtualização torna possível executar vários sistemas operacionais e várias aplicações numa mesma máquina e ao mesmo tempo. Para ele, graças a esse recurso, as empresas podem reduzir os custos com TI ao mesmo tempo que melhoram a eficiência do negócio utilizando o parque de máquinas já existente.

Essencialmente, a virtualização difere da computação na nuvem porque é um software que manipula o hardware, enquanto a computação na nuvem é o resultado dessa manipulação. A virtualização, então, é um elemento fundamental à computação na nuvem. A computação na nuvem é a entrega de recursos, software ou dados de computadores compartilhados. Um serviço sob demanda executado através da internet.

A confusão é feita, principalmente, porque a virtualização e a computação na nuvem se correlacionam para fornecer tipos diferentes de serviços.

- See more at: https://zerodistance.cio.com.br/2014/02/04/entenda-diferenca-entre-virtualizacao-e-computacao-em-nuvem/#sthash.SoXl8IOR.dpuf

O seu departamento de TI vive falando que seus servidores deveriam ser virtualizados e que é possível reduzir custos armazenando dados ou acessando apps diretamente na nuvem e você não faz a mínima ideia do que isso significa? Embora esses termos sejam cada vez mais utilizados, não é todo mundo que sabe o significado deles e, numa reunião ou bate papo do dia-a-dia, muita gente pode ficar perdida.

Até mesmo aqueles que conhecem computação ainda se confundem e acham que virtualização é sinônimo de computação na nuvem. É bem verdade que as tecnologias podem ser semelhantes, mas há uma diferença significativa entre elas e como elas podem afetar o seu negócio.

O que é virtualização? Em poucas palavras, a virtualização é feita por um software utilizado para criar infraestruturas virtuais a partir de uma estrutura física. É a tecnologia que respalda a computação na nuvem.

A virtualização torna possível executar vários sistemas operacionais e várias aplicações numa mesma máquina e ao mesmo tempo. Para ele, graças a esse recurso, as empresas podem reduzir os custos com TI ao mesmo tempo que melhoram a eficiência do negócio utilizando o parque de máquinas já existente.

Essencialmente, a virtualização difere da computação na nuvem porque é um software que manipula o hardware, enquanto a computação na nuvem é o resultado dessa manipulação. A virtualização, então, é um elemento fundamental à computação na nuvem. A computação na nuvem é a entrega de recursos, software ou dados de computadores compartilhados. Um serviço sob demanda executado através da internet.

A confusão é feita, principalmente, porque a virtualização e a computação na nuvem se correlacionam para fornecer tipos diferentes de serviços.

computação na nuvem

- See more at: zerodistance.cio.com.br/2014/02/04/entenda-diferenca-entre-virtualizacao-e-computacao-em-nuvem/#sthash.SoXl8IOR.dpuf

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!