Games com compras internas não serão mais chamados de gratuitos

19/07/2014 16:46


Há centenas de milhares de apps gratuitos na App Store e no Google Play, mas qualquer pessoa que já tenha jogado Candy Crush, por exemplo, e se deparado com o fim das vidas, argumenta que eles não são tão gratuitos assim. Isso está para mudar, porém, com a decisão da justiça europeia de que estes games poderão ser forçados a mudar de categoria.

Após reclamações de milhares de pais irritados com o dinheiro gasto pelos filhos em jogos deste tipo, a Comissão Europeia pediu ao Google e à Apple que tomem medidas para mudar a forma como estes títulos são vendidos em suas lojas virtuais, na intenção de ampliar as informações a respeito. Também será necessário que os próprios desenvolvedores deixem seus contatos à mostra, para que possam ser acessados por clientes que venham a ter problemas.

O Google disse que já está planejando mudanças na sua loja virtual, começando em setembro, sendo que a mais importante delas será deixar de utilizar o nome "gratuito" para jogos que ofereçam compras opcionais dentro do aplicativo. Além disso, a empresa criará guias para prevenir que os jogos façam propagandas abusivas sobre a compra de itens.

A Apple declarou que já possui medidas de proteção a compras indevidas por meio de senhas para compras, além da opção "Ask to Buy", que permite a uma criança enviar ao smartphone dos pais o pedido de compra. Embora não tenha anunciado mudanças na categorização de seus aplicativos, a empresa disse que "continuará trabalhando com os estados pertencentes à Comissão Europeia para cuidar de suas preocupações em relação ao assunto".

A Comissão não tem o poder de processar os desenvolvedores por este tipo de problema e disse que cada país deverá decidir o que fazer em relação ao assunto.

Via: Engadget


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!