Google já excluiu 200 milhões de links ilegais em 2013, diz site

25/11/2013 15:12

A pedido das indústrias de música e entretenimento, o Google removeu este ano aproximadamente 200 milhões de links que direcionavam os usuários para conteúdos que infringem direitos autorais. Até o fim do ano, a expectativa é que o número cresça em 50 milhões e represente um recorde na luta contra a pirataria.

No cenário musical, os grupos que mais combateram os resultados ilegais em 2013 foram RIIA e BPI, pedindo a retirada de dezenas de milhões de URLs cada. Já o FilesTube figura como o site mais censurado do ano após o bloqueio de 7 milhões de links dos resultados de busca do Google.

Para Brad Buckles, porta-voz do RIIA, a enorme quantidade de pedidos de remoção de conteúdo mostra que o processo utilizado pelo Google não é eficiente. Em vez de banir os links, sugere o executivo, a companhia deveria ser mais severa e passar a vetar os domínios que promovem conteúdo sem direitos autoriais.

A campanha antipirataria na internet tem se intensificado. Em 2011, o Google foi acionado para a exclusão de menos de 10 milhões de links. No ano passado, o número saltou para 50 milhões e já quadruplicou em 2013 a partir dos pedidos de aproximadamente 30 mil empresas.

O Google não confirma os números, que foram veiculados pelo site TorrentFreak. Segundo a publicação, a companhia de buscas teria concordado com 99% das requisitações e removido praticamente a totalidade dos 202,230,523 links.

Via: TorrentFreak


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!