Governo defende racionamento de 5% em energia no País

20/03/2014 08:13

Setor elétrico opera em ‘sinal amarelo’ por causa da estiagem, defende Ministro.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou que o setor elétrico tem operado em ‘sinal amarelo’, por causa da falta de chuvas.

Smart Grid pode evitar apagões e perdas futuras no setor elétrico

Quer economizar energia sem degradar desempenho do data center? Saiba como.

“Vínhamos em dezembro com indicativos de ter um ano hidrológico bom, mas em janeiro apareceu um fenômeno meteorológico que comprometeu a incidência de chuvas, o que gerou o déficit hídrico”, disse o secretário executivo do Ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann.

Para Lobão, o setor elétrico brasileiro é um dos mais estruturados do País, mas a redução do nível dos reservatórios das usinas demandará outras fontes de geração de energia. “A partir do momento que o custo da água fica mais alto que o da térmica, nós acionamos as térmicas”, disse ele, destacando que, no caso brasileiro, as usinas térmicas hoje não são emergenciais e nem de reserva.

Zimmerman participa nessa quarta-feira (19), de uma audiência pública para falar sobre o risco de apagão no País. Em uma apresentação do governo a entidades do setor, ele admitiu que o risco de racionamento varia entre 2% e 3%, ficando limitado a 5%, e para o Executivo o corte de 5% é suficiente para enfrentar a ‘crise’ provocada pela estiagem, sem afetar o crescimento econômico do País.

 

Fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!