Identificação eletrônica pode diminuir frota de veículos irregulares no Brasil

13/11/2013 06:22

Intel e Autofind colaboram com tag para automóveis que funciona por RFID e WISP.

Durante o Intel Press Summit 2013, a Intel anunciou a parceria com a Autofind para a solução ‘Transponder’ que permite a identificação eletrônica de veículos em tempo real – iniciativa que pode otimizar o trabalho dos Detrans com atuação preventiva e identificação de irregularidades em tempo real, como pagamentos pendentes de multas, IPVA e licenciamento.

Intel tem 22% do share de servidores e mantém estimativa de crescimento

A Intel Labs desenvolveu a tecnologia em parceria com as universidades de Washignton e o MIT e a tag usa tecnologias WISP (Wireless Identification and Sensing Platform) e RFID, e funciona com computação de alta performance.

Segundo a Autofind, somente São Paulo tem cerca de 30% da frota ilegal, e mais de 7 milhões de veículos trafegam diariamente sem pagar IPVA, multas e licenciamento, e um dos objetivos é aumentar essa arrecadação. “Se você trouxer 10% ou 15% dessa fatia para a legalidade, já paga o investimento inicial”, comenta.

Max Leite, da Intel do Brasil, reforça que o país tem potencial de tornar o futuro uma realidade.  “Temos esse exemplo com veículos, por meio do transponder que será lido por um portal, que permite que o carro esteja licenciado com uma tag que conterá todos os dados do motorista e do veículo. As informações são protegidas e cruzadas com um banco de dados e a meta é que o Brasil se torne um exemplo global”.

A solução foi certificada pela ARTESP (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) e está em fase de teste por algumas operadoras de serviços de arrecadação e concessionárias de rodovias, em aplicações como pedágio eletrônico com tecnologia RFID de 915 MHz.

Esse é o primeiro passo para a construção de um sistema que atende às exigências do SINIAV (Sistema de Identificação Automática de Veículos), e as companhias colaboram no desenvolvimento da versão que será homologada pelo OCD (Organismo Certificador Designado) do DENATRAN.

A estimativa é que até junho de 2014 a solução seja implantada, “mas isso depende dos Detrans, responsáveis por criar a obrigatoriedade”, explica Antonio Calmon, presidente da Autofind. A ideia, segundo ele, é que os veículos novos saiam com a tag no licenciamento, que deve receber uma atualização anual.

Segurança

De acordo com o gestor, a intenção não é monitorar a vida de ninguém, mas  proteger o ‘bem’ do cidadão. “O dispositivo tem um número de identificação único e não cruzável com o sistema e com o nome do usuário”, e acrescenta que a infraestrutura conta com uma antena, que ficará na rua para ler o código do transponder.

“Isso não vai invadir a privacidade do cidadão, não existe a intenção de cruzar informações. O sistema só será usado se o usuário estiver numa lista de ocorrências”, adiciona.

 

fonte ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!