Internet das Coisas é um dos alvos comerciais da Altarede em 2020

23/10/2018 18:55

 

Com uma infraestrutura de rede totalmente reformulada, a Altarede planeja transformar os clientes das regiões Norte e Nordeste em parceiros. É que os provedores de acesso à internet (ISPs), maiores consumidores dos serviços da prestadora, apresentam demanda crescente de conectividade  e também vislumbram oportunidades no segmento de internet das coisas (IoT), em especial na conexão máquina-maquina (M2M) e o setor de agronegócio.

Altarede fará nova rodada de expansão da rede ainda este ano

Wilson Messias, chief Operating Officer (COO) da Altarede, conta que o foco da empresa naquelas regiões são empresas e ISPs com demanda por internet de qualidade. “Estamos prontos para conectar empresas com operações nas regiões Sudeste, Norte e Nordeste”, diz Messias, citando que a solução é particularmente importante para corporações com matriz e filiais em diferentes regiões.

 
 

A nova estratégia da Altarede visa manter o crescimento histórico de 20% a 25% ao ano. Assista à nossa entrevista com Wilson Messias.

 

 
 
 

Com uma infraestrutura de rede totalmente reformulada, a Altarede planeja transformar os clientes das regiões Norte e Nordeste em parceiros. É que os provedores de acesso à internet (ISPs), maiores consumidores dos serviços da prestadora, apresentam demanda crescente de conectividade  e também vislumbram oportunidades no segmento de internet das coisas (IoT), em especial na conexão máquina-maquina (M2M) e o setor de agronegócio.

Altarede fará nova rodada de expansão da rede ainda este ano

Wilson Messias, chief Operating Officer (COO) da Altarede, conta que o foco da empresa naquelas regiões são empresas e ISPs com demanda por internet de qualidade. “Estamos prontos para conectar empresas com operações nas regiões Sudeste, Norte e Nordeste”, diz Messias, citando que a solução é particularmente importante para corporações com matriz e filiais em diferentes regiões.

 
 

A nova estratégia da Altarede visa manter o crescimento histórico de 20% a 25% ao ano. Assista à nossa entrevista com Wilson Messias.

 

 

 

Fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!