Ligações no plano pré chegam a ser 130% mais caras que no pós

12/03/2014 08:27


Os planos pré-pagos de celulares são maioria no Brasil, chegando a 78% das linhas brasileiras. Isso não significa, no entanto, que ele seja mais vantajoso. Apesar de oferecer mais controle ao usuário, o plano pré também cobra muito mais caro pelas ligações. A diferença chega a superar os 130%, como mostra um estudo do Idec (Instituito Brasileiro de Defesa ao Consumidor).

A Claro, por exemplo, em seu plano pré mais barato, cobra R$ 1,60 por minuto para linhas de outras operadoras; para aparelhos Claro, o valor é de R$ 1,56. Já no plano pós analisado, com mensalidade de R$ 89, a estimativa é que o minuto custe R$ 0,67, totalizando uma diferença de 132%.

O Idec também faz a ressalva que, na realidade, o minuto do pós-pago é ainda menor, porque os pacotes também incluem ligações ilimitadas da rede e SMS para a mesma operadora, segundo a advogada Veridiana Alimonti. Então a diferença fica ainda maior.

Na Vivo, a diferença entre os dois planos fica em 58%. O pré custa R$ 1,55 o minuto, enquanto o pós, por R$ 61 mensais, fica em R$ 0,98 o minuto. Na TIM, a diferença é de 55,8%, com R$ 1,59 no pré e R$ 1,02 no nós, num plano de R$ 49 mensais.

A conta da Oi é mais complexa, já que seus planos pré são diferenciados. A empresa tem um sistema mais confuso de cobrança, mas quando os limites são ultrapassados, o custo do minuto no pré-pago chega a R$ 1,69, enquanto o pós é de R$ 1,25 no plano de R$ 39 mensais, com uma diferença de 35%.

Via G1

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!