Likes e amigos no Facebook estão à venda por US$ 5

13/05/2014 08:00


Quem não conhece pessoas que se vangloriam do número de amigos no Facebook ou da quantidade de seguidores no Twitter? Já imaginou, no entanto, comprar likes e seguidores falsos, apenas para aumentar sua popularidade?

Serviços como o Swenzy prometem fazer o usuário alcançar fama online em pouco tempo, por meio de Bots, pequenos programas que criam contas falsas nos sites e curtem páginas ou assistem aos vídeos de quem estiver disposto a pagar.

Embora a prática pareça narcisista, o intuito pode ser meramente mercadológico, já que as páginas mais curtidas são mais compartilhadas e atingem mais pessoas, o que, consequentemente, pode aumentar a venda de produtos. No Instagram, 100 seguidores saem por US$ 4,90 (R$ 10,85), enquanto 1000 likes no Facebook saem por US$ 10 (R$ 23).

O Youtube também é particularmente importante porque paga seus produtores de conteúdo com base na quantidade de visualizações. Por US$ 790, consegue-se 1 milhão de views em um único vídeo, o que talvez renda algum dinheiro.

As intenções dos bots podem ser, ainda, políticas. Durante as eleições os programas podem ser utilizados para "afogar" as opiniões de adversários políticos, como foi feito no Twitter em 2012, no México, quando o PRI utilizou milhares de bots para atrapalhar as mensagens do partido adversário com recados falsos.

Possuir ou administrar um bot não é um crime, mas as redes sociais combatem seu uso porque ele confunde a obtenção de dados e administração correta dos anúncios. 

Via: New York Times


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!