MasterCard confirma chegada de sua carteira digital antes da Copa do Mundo

24/02/2014 07:46

A MasterCard começou a testar entre seus funcionários, por meio de cartões presente, a solução de carteira digital MasterPass prevista para começar a operar no Brasil no segundo trimestre do ano, antes da Copa do Mundo de futebol. O serviço foi lançado ao fim do ano passado, e já possui dois bancos para desenvolvimento, Caixa e Santander. Outros quatro ainda estão com negociações em andamento, sendo dois deles grandes bancos.

No Brasil, a companhia usará a estratégia de White Label – assim como funciona com os cartões de crédito e débito. A marca a ser trabalhada na carteira será a do banco, que conta com a chancela, hospedagem e tecnologia da MasterCard para processar os pagamentos.

“Em volume financeiro, no Brasil, um terço dos pagamentos das pessoas físicas já são feitos eletronicamente. Mas se olharmos por transação, esse número cai consideravelmente e se aproxima da média mundial de 15% para pagamentos eletrônicos e 85% tradicional”, comenta o gerente de produto da MasterCard, Marcelo Tangioni. Ele vê uma grande oportunidade para crescimento do MasterPass, principalmente por facilitar a compra online no varejo reduzindo o número de cliques e a inserção de informações de cartão de crédito.

A solução armazena na carteira digital do usuário os cartões de crédito e débito, bem como os endereços de entrega e cobrança, facilitando consideravelmente a finalização de uma transação do e-commerce. “E a segurança é aprimorada, pois não entregamos ao varejista os dados dos cartões dos usuários, mas um token para que a transação se consolide. Isso mitiga consideravelmente as fraudes, e a segurança também  é outro fator para aumentar a adesão”, enfatiza o executivo.

O diretor sênior de convergência digital e e-commerce da empresa, Marcelo Theodoro, admite que até então a MasterCard não vinha acompanhando a tendência multicanais. “O que o MasterPass faz é transformar o plástico em credencial de pagamento, distribuída em multicanais”, enfatiza. Isso porque o checkout da loja pode ser feito no smartphone, pela leitura do QR Code na tela, ou no desktop, de maneira convencional.

A solução já está no mercado em quatro países, Austrália, Canadá, Reino Unido e Estados Unidos, e acumula mais de 30 mil lojas de adesão. A meta, no Brasil, é “alcançar a massificação das lojas” até o fim do ano, e a partir de então começar a trabalhar o uso do consumidor. “O objetivo é estar em todos os varejistas que aceitam cartão. O próximo passo é esse, criar o ecossistema porque sem ele, o consumidor não tem como usar a solução”, finaliza Tangioni.

 

Fonte:Informationweek


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!