MiniCom estima início do ‘apagão’ da TV analógica para janeiro de 2015

06/02/2014 08:21

Desligamento será gradual, com término previsto em dezembro de 2018.

O governo informou que tem trabalhado para que o desligamento da TV analógica comece em janeiro de 2015 e termine em dezembro de 2018.

Aberta consulta pública para acelerar implantação da TV digital
TV analógica será desligada a partir de março de 2015

De acordo com Patrícia Ávila, secretária de Serviços de Comunicação Eletrônica do MiniCom (Ministério das Comunicações), o ‘apagão’ analógico acontecerá em etapas.

Patrícia citou, durante o 36º Encontro Tele.Síntese, em Brasília, que apenas 40% da população brasileira tem acesso ao sinal digital, e destacou que o governo tem tentado reduzir a burocracia para funcionamento dos processos, e dado autorização provisória para funcionamento de emissoras.

De acordo com Patrícia, após o replanejamento de canais e avaliação da lista de cidades que sofrem com o impacto da faixa de 700 MHz, o MiniCom divulgará o cronograma de desligamento e  monitorará a cobertura digital com o Innmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

"Em relação à otimização do espectro e ao replanejamento de canais, faremos esta semana a última reunião com a Anatel sobre o Norte e o Nordeste e, em seguida, será concluído o replanejamento do Centro-Oeste", afirmou a secretária, citando que metade das consultas públicas do Estado de São Paulo sobre o desligamento analógico já foram publicadas, e as demais serão publicadas em breve.

Acesso ao sinal digital

Até o final do ano, o Ministério deve divulgar um estudo, feito em parceria com a Secretaria de Comunicação Social da presidência da República e com o IBGE, sobre o acesso da população ao sinal digital. O material abordará dados sobre venda de aparelhos de TV de tela plana, que supoerou a expectativa de 16 milhões, e atingiu a quantidade de 35 milhões de aparelhos vendidos; e os subsídos para compra de conversores digitais para famílias de baixa renda.

A secretaria também observou que o Ginga, que possibilita interagir com a TV digital, passará para 90%, e informou que a Copa do Mundo deve fazer a venda de aparelhos com o sistema saltar para 25 milhões, consequentemente, a venda de aparelhos digitais pode crescer 14% no período.

 

fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!