Motorola vê “timing perfeito” no uso da faixa de 700 MHz para serviços públicos

11/03/2015 14:59

O Brasil deve seguir a tendência de boa parte da América Latina e também dos Estados Unidos no uso da faixa de 700 MHz

Para a Motorola Solutions, o processo – ainda em avaliação pela Anatel – é positivo. André Batista, gerente de Relações Governamentais da filial brasileira, explica que o “timing” é perfeito para a adoção de parte da banda da faixa de 700 MHz e cita um estudo da consultoria IDC, realizado em abril do ano passado, focado nas oportunidades para o desenvolvimento de redes de serviços públicos com o uso da rede LTE/4G nessa faixa: “Para elaborar o documento, a consultoria entrevistou órgãos reguladores, organizações do setor e entidades de serviços públicos, além de ouvir especialistas e analisar outras pesquisas já divulgadas sobre o tema”.

 

Uso da banda de 700 MHz em outros países

 

Essa pesquisa aponta que a faixa de 700 MHz é adequada para o uso dos serviços públicos no Brasil e por isso seria a hora ideal para pensar nos próximos passos, inclusive com economia de escala e priorização dos serviços públicos. As considerações são importantes porque a mesma banda será compartilhada pelo tráfego de telefonia móvel 4G LTE. “A faixa é adequada uma vez que permite a integração de voz e dados em serviços de segurança pública”, avalia Batista.

Para ele, a reserva de um bloco específico permite que várias entidades possam utilizá-lo, garantindo assim um uso padronizado de tecnologias e promovendo a interoperabilidade das redes, uma barreira que já foi superada por outros países.

Batista adianta que uma das vantagens dos pacotes da empresa é que, além da comunicação integrada entre si, as tecnologias podem atuar interligadas com centros de operações. “Isso permite que as informações e os dados sejam armazenados, compreendidos para, então, ser possível tomar medidas rápidas e pontuais de acordo com o problema apresentado”, argumenta o especialista.

É o caso de um assalto, identificado pelo centro de comando e controle. Nesse exemplo, a mobilização envolve a viatura mais próxima do evento, que pode passar a gerar imagens em tempo real, permitindo que o centro de controle avalie a necessidade de envio de equipes adicionais.

 

Fonte:Ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!