Nova campanha publicitária da Microsoft ataca os Chromeboooks

27/11/2013 09:41
A Microsoft decidiu atacar um novo produto do rival Google. As vítimas da vez foram os Chromebooks, que viraram alvo de chacota em mais um capítulo da campanha "Scroogled", que tenta desmoralizar os serviços do concorrente.

O novo anúncio usa a popularidade do reality show de TV americano "Pawn Stars" (no Brasil chamado de "Trato Feito", exibido no History Channel) para criticar o conceito do Chromebook.

Para quem não conhece o programa, ele acompanha a história de pessoas que tentam vender ou trocar seus pertences em uma loja de penhores dirigida por Rick Harrison. No caso do comercial do Scroogled, uma garota tenta trocar seu Chromebook por uma passagem para Hollywood em vão. 

Harrison critica o laptop do Google e o sistema operacional Chrome OS como um todo. De acordo com ele, um "verdadeiro" sistema operacional seria capaz de rodar o Office ou o iTunes mesmo offline, "o que não é possível no Chromebook", ignorando o fato de que vários programas funcionam sem internet no sistema do Google. "Quando você não está conectado, ele é praticamente um tijolo", ele diz.

O comercial vai além e, como de costume nos comerciais do Scroogled, lembra das polêmicas políticas de privacidade do concorrente, que ganha dinheiro principalmente vendendo publicidade direcionada para o usuário com os dados coletados. Harrison afirma no vídeo que um hardware do Google só facilita isso.

O que é estranho, no entanto, é que a campanha normalmente tenta atingir setores onde o Google é dominante. Os Chromebooks ainda estão muito longe de serem populares nos Estados Unidos ou em qualquer outro lugar do mundo e sequer representam um risco para o domínio da Microsoft no ramo de PCs.
 
 
fonte olhardigital

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!