PaaS já não é o que costumava ser

20/11/2013 08:19

Plataforma como serviço (PaaS) não é mais o que costumava ser. No passado, PaaS foi definida como qualquer coisa relacionada com o desenvolvimento de aplicações, testes e implantação. De fato, a IDC define categorias de ofertas de PaaS como APaaS (aplicação PaaS), DPaaS (banco de dados PaaS), IPaaS (integração PaaS) e testes baseados em nuvem.

Agora PaaS está se transformando com infraestrutura como serviço (IaaS). Nos dias de hoje, é difícil descobrir onde termina IaaS e começa PaaS, e vice-versa. A maioria dos provedores de IaaS, como a Amazon Web Services, Microsoft e Google , oferecem tanto PaaS e quanto IaaS. Além disso, esses serviços são interdependentes, ou seja, eles se transformam em uma única plataforma. Acho que em algum momento vai ser difícil separar os conceitos de PaaS e IaaS, pelo menos para os provedores maiores.

Onde estamos indo com a tecnologia é claro: PaaS e IaaS vai se tornar um padrão único. Por quê? PaaS não é muito bom a menos que você tenha a infraestrutura para suportar as aplicações resultantes e IaaS realmente não ajuda, a menos que você tenha capacidade de criar soluções que rodam em infraestrutura. PaaS deve ter infraestrutura e infraestrutura deve ter PaaS.

PaaS como definido em 2008, como aplicação, desenvolvimento, testes e implantação está se tornando muito diferente. É parte de algo maior - talvez capaz de fornecer mais valor aos negócios. Isso explica porque a IDC prevê agora um crescimento de 30% ao ano. Isso é uma coisa boa, certo?

 

fonte idgnow


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!