Phishing ainda é o golpe mais frequente no Facebook, segundo especialista

14/05/2014 08:41

Atualizar os softwares instalados e não utilizar sempre as mesmas senhas são algumas dicas para inibir ataques.

 

De acordo com Roni Katz, especialista da F-Secure, na América Latina, o phishing ainda é o golpe mais utilizado pelos criminosos virtuais no Facebook. Com esse método malicioso, o hacker tenta conseguir dados pessoais do usuário por meio de criação de páginas falsas. Segundo Katz, existem duas formas de ludibriar as pessoas com estes ataques.

F-Secure alerta sobre prevenção de ataques ao Facebook

“Cria-se uma página falsa, às vezes uma promoção falsa, que direciona para um site externo, onde o usuário é instigado a colocar essas informações ou até mesmo para uma página que contém algum código malicioso que irá tentar infectar seu computador com um malware", explica o especialista.

"Outro golpe comum é usar a mesma técnica do phishing, enviando um e-mail onde você é direcionado a uma falsa página do Facebook que se parece exatamente com a verdadeira, onde o hacker irá obter seu login e senha”, ressalta. A prática normalmente é usada em páginas de cadastros que exigem dados pessoais.

"Com a posse do seu login e senha, fica mais fácil para o invasor convidar os seus amigos para o golpe do phishing, já que o e-mail, post ou mensagem está vindo de uma fonte confiável (você)", finaliza Katz.

Entretanto, segundo o especialista, é simples se proteger deste tipo de ataque seja em um computador com Windows, Mac OS X, smartphone ou tablet.

A primeira dica é verificar todas as informações dos possíveis links para não entrar em sites falsos. Mas se caso cair em um destes golpes, mantenha seu computador, smartphone ou tablet sempre protegido com um antivírus.

Atualizar sempre os softwares que estão instalados, principalmente updates do sistema operacional, navegadores e Flash, é fundamental para inibir as armadilhas virtuais.

Outra sugestão importante do especialista é não utilizar a mesma senha para todos os sites ou fazer combinações óbvias. Existem softwares que geram senhas automáticas para todos os sistemas operacionais.

Para finalizar, Katz aconselha os usuários a terem precaução no acesso à internet em lugares públicos e também ter muito cuidado quando acessar qualquer site que exige autenticação (usuário/senha) de lugares com Wi-Fi gratuito e compartilhado.

 

Fonte;ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!