Praticamente meio bilhão de conexões LTE foram feitas no mundo em 2014

12/03/2015 15:36

4G Americas divulga grandes avanços para LTE na América do Norte.

 

A 4G Americas, uma associação da indústria sem fio representando a família 3GPP de tecnologias, anunciou que a LTE atingiu um novo marco com praticamente meio bilhão de conexões no mundo inteiro até o final de 2014, de acordo com informações da Ovum. A América do Norte contribuiu com uma grande parcela das conexões globais de LTE, 33% ou 164 milhões do total de 498 milhões de assinantes LTE no mundo inteiro, mas no meio do ano a região da Ásia-Pacífico ultrapassou os EUA e Canadá e assumiu o primeiro lugar em termos do número total de conexões LTE.

América do Norte

"A América do Norte ainda é considerada o líder global em LTE. Em termos de participação de mercado, penetração e cobertura, o país está em primeiro lugar e mantém sua liderança em inovação tecnológica e de espectro", disse Chris Pearson, Presidente da 4G Americas. "Como previsto, a Ásia-Pacífico agregou um grande volume de conexões LTE durante os últimos seis meses, ultrapassando a América do Norte pela primeira vez."

As assinaturas LTE representam 40% de todas as conexões móveis da América do Norte, comparado com 13% de participação de mercado no segundo mercado regional, a Europa Ocidental, e 10% na Ásia. Com 164 milhões de conexões LTE, a penetração da tecnologia nos EUA é de 49%, baseado em uma população de aproximadamente 318 milhões. Finalmente, nos EUA a LTE oferece cobertura para mais de 300 milhões de pessoas (chamada de cobertura POPs). Ou seja, aproximadamente 94% da população norte-americana conta com acesso ao serviço LTE.

Huawei apresenta estratégia de negócios para o 4.5G

Além disso, outra informação relevante para a banda larga móvel no mercado norte-americano é a penetração de smartphones, hoje em 75% (Chetan Sharma, março de 2015). As principais operadoras, AT&T, Sprint, T-Mobile e Verizon,estão planejando a implementação da tecnologia LTE-Advanced para absorver a crescente demanda por serviços avançados de dados. Até 2020, praticamente 60% de todas as assinaturas LTE devem usar redes LTE-Advanced, de acordo com a Ovum.

América Latina

A América Latina registrou um grande aumentou do número de assinantes e implementações LTE, com crescimento anual excepcional de 488%, subindo de 2 milhões de conexões LTE no final de 2013 subindo para 12 milhões no final de 2014. Isso pode ser atribuído, em grande parte, aos leilões de espectro que foram realizadas na região permitindo a oferta de serviços LTE, principalmente em áreas urbanas com alta densidade populacional. A GSM ainda está à frente da LTE e HSPA com 436 milhões de assinantes regionais; mas a sua liderança está encolhendo ano após ano.

Jose Otero, Diretor da 4G Americas para a América Latina e o Caribe, exemplificou como a alocação de espectro pode acelerar avanços em banda larga móvel. Ele observou que, "A alocação de espectro em Argentina e Venezuela acelerou a implementação de três novas redes LTE nesses mercados. Vários leilões de espectro já foram anunciados para 2015, que devem ser seguidos por pelo menos 10 novas redes comerciais LTE. Além disso, a LTE-Advanced pode ser adotada em novos mercados porque várias operadoras querem se posicionar como inovadores."

 

Fonte:Ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!