Software alavanca receita da SAP Brasil em 33%

30/01/2014 08:36

Vendas para PMEs, que representam 60% dos clientes, mais que dobraram.

A SAP Brasil informou que em 2013 a receita aumentou 33% com a venda de software, um crescimento de 21% em relação a 2012, e atribuiu o bom resultado ao foco em inovação e produtividade.

SAP adia meta de lucro para investir em cloud

Em 2013, a venda de softwares cresceu com aplicações de mobilidade, cloud, banco de dados e computação em memória (HANA) e análise de dados, que teve aumento de 38% na receita com a venda de software; em mobilidade, o aumentou foi de 96%; banco de dados, registrou 41% de desempenho; e as vendas de soluções de gestão empresarial (ERP) cresceram 19%.

Com a comercialização de sistemas para áreas de negócios, a companhia teve aumento 32%, em comparação com 2012. O portfólio inclui softwares para gestão de Recursos Humanos, Compras, Supply Chain (cadeia de suprimentos), CRM (gestão de relacionamento com o cliente), entre outros.

“O ótimo crescimento em 2013 é resultado de um planejamento feito no começo do ano e seguido à risca por toda a empresa. Sabíamos que seria um ano desafiador devido ao cenário econômico, não só local, mas também mundial, e mesmo assim conseguimos crescer mais do que em 2012, que já havia sido muito bom”, conta Diego Dzodan, presidente da SAP para a região SoLA (Southern Latin America), que reúne Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai.

A companhia obteve melhores desempenhos em comercialização para bancos (+145%), Utilities (+98%), indústria de maquinários e componentes (+83%), varejo (+62%), mas em vendas indiretas para PMEs, o resultado também foi expressivo. As vendas aumentaram  54% no período, e a mobilidade foi responsável por 32%. A companhia afirma que mais de 60% do total da base de clientes no país é composta por PMEs.

“As soluções da SAP permitem que as organizações públicas e privadas aprimorem a gestão de seus negócios, resultando em aumento da produtividade e ainda capacitando-as a se tornarem inovadoras a partir da adoção de tecnologias como mobilidade e análise de dados em tempo real”, comenta Dzodan.

Otimismo

Segundo a presidente da SAP Brasil, Cristina Palmaka, a empresa está otimista com o desempenho dos negócios. “Para continuar crescendo, um dos focos da subsidiária será aumentar a oferta das soluções baseadas em nuvem. Estamos totalmente preparados para atender e gerar demanda do mercado. Esta é uma tendência forte para o próximo ano. Além disso, vamos dar ênfase a uma abordagem comercial voltada para as áreas de negócios nas organizações, como RH, Finanças, Compras, Vendas, entre outras”.

Para 2014, a companhia confirma que o foco é a nuvem. A empresa quer apoiar a transição de  soluções utilizadas por clientes e vendidas por licença para a nuvem. "O objetivo é levar nosso core business para a nuvem, apoiada pela plataforma de computação em memória SAP HANA, que permite o processamento de dados em tempo real", explica a executiva.

 

fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!