Startup fatura R$ 1,1 milhão com software de gestão para franquias

10/10/2018 10:30

Como franqueados da rede de produtos de beleza O Boticário, Henrique Carbonell e seu pai, Fernando, sempre fizeram questão de buscar as melhores soluções para fazer a gestão financeira de suas lojas de forma eficiente. Com o crescimento da operação, essa gestão foi se tornando cada vez mais complexa e ficou cada vez mais evidente a necessidade de um sistema adequado ao porte da empresa. Foi aí que começaram os problemas. Não existia no mercado uma plataforma única que atendesse às necessidades tanto de gestão financeira como também de conciliação de cartões e bancos. E as opções disponíveis eram extremamente complexas e caras, tornando a operação inviável.

Com este cenário, Henrique e seu pai decidiram criar uma solução. “Nós sentíamos essa dificuldade e tínhamos contato com diversos varejistas que sentiam a mesma dor. Então, tivemos a garantia de que havia espaço para esse tipo de inovação e decidimos fundar uma startup para desenvolver a ferramenta”, conta. Assim, em 2013, eles fundaram a Finanças 360º. A empresa nasceu com o intuito de oferecer, em uma única solução, a gestão financeira da operação – como controle do fluxo de caixa, do Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE), do Contas a Pagar e a da conciliação bancária e de cartão.

Henrique conta que a gestão financeira por si só não era a principal dificuldade. A questão que mais preocupava era na parte da conciliação do recebível por vendas feitas no cartão. “Se o varejista não fizer uma boa conciliação das vendas, ele vai estar perdendo dinheiro e não vai conseguir fazer uma gestão financeira efetiva”, afirma. “As plataformas de gestão financeira atuais se propõem basicamente a chegar em um DRE e fluxo de caixa. Porém, muitas vezes, esses dados não refletem a realidade. Nós nos propormos a ajudar o empresário a ter uma gestão fácil e eficiente, automatizando diversos processos do dia a dia, de modo que o demonstrativo financeiro e o fluxo de caixa reflitam realmente o que está acontecendo em seu negócio”, complementa.

 
 

Com um investimento próprio de R$ 160 mil, Henrique e Fernando juntaram-se a Luiz Fernando Payoli, também um dos fundadores da startup, para o desenvolvimento. A construção do sistema foi iniciada em 2013, mas a plataforma só começou a ser comercializada efetivamente em 2016. Nesse intervalo, todo o processo de aperfeiçoamento da solução foi realizado com outros 15 franqueados de várias marcas. O sucesso veio rápido e hoje, além do Boticário, a Finanças 360º atende outras franquias. Grandes redes como Chilli Beans, Arezzo, Adidas, Óticas Carol, Havaianas, entre outras, são alguns dos exemplos de marcas que já rodam com a solução, totalizando cerca de 1700 clientes. O objetivo é chegar a 2 mil no fim deste ano e 5 mil até de 2020. Com a operação em andamento, a startup faturou, em 2017, R$ 1,1 milhão. A expectativa é que para este ano o resultado chegue a mais de R$ 3 milhões.

Fernando conta que ainda existe um trabalho a ser feito por parte do varejista de pequeno e médio porte para entender a importância de adotar soluções que ajudem no controle financeiro. “Muitos lojistas não entendem a importância de fazer a conciliação de cartão e não têm noção que perdem dinheiro por não identificarem essas falhas”, afirma. “Nós já encontramos casos de clientes, que no dia em que fizemos a implantação, identificamos mais de R$ 100 mil de vendas que não foram pagas”, exemplifica.

Os objetivos dos empreendedores com a solução não param por aí. A ideia é que a Finanças 360º passe a oferecer outros serviços para os varejistas. “O objetivo é evoluir para outros departamentos de gestão, como departamento pessoal, contábil e comercial”, conta Henrique. “Queremos também trazer produtos financeiros para o pequeno varejista que, hoje, tem muita dificuldade para acessar uma linha de crédito. Com algumas ferramentas de financiamento, nós podemos facilitar o acesso para esse lojista”, afirma.

Para expandir as operações, a Finanças 360º conta com a entrada de novos investidores no negócio. Os empresários Walter Sabini Junior, que possui vasta experiência no varejo, e Erik Cavalheri, que também possui uma rede de franquias, passam a fazer parte da sociedade. “Nós buscamos pessoas que nos ajudariam a evoluir o negócio com muito mais agilidade do que se estivéssemos somente nós”, diz Henrique. “Um deles, o Erik, já era cliente da plataforma quando percebeu o potencial”, conta.

A startup também foi selecionada, no último mês de julho, para estar no InovaBra Habitat, espaço de inovação do Bradesco sediado na cidade de São Paulo, onde utiliza, em conjunto com outras 150 empresas em estágio inicial, o ecossistema e a infraestrutura fornecida pela instituição para o fomento de novas ideias e soluções. Além disso, em março deste ano, a Finanças 360° recebeu o apoio do Boticário para participar da Categoria Franqueado do Prêmio ABF Destaque Franchising. Para participar desse evento, a franquia precisa ser indicada pela própria franqueadora, que identificou o caráter empreendedor dos criadores da startup.

 

Fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!