Verizon prevê um ‘futuro promissor’ com segurança, M2M e nuvem

07/03/2014 10:00

Vazamento de dados em bancos e varejistas aceleraram os negócios da área.

Embora tenha encerrado 2013 com US$ 120.6 bilhões em receitas, a Verizon, operadora norte-americana, cresceu abaixo do esperado ano passado, pois os consumidores estavam mais 'cautelosos' com os gastos. O CEO da companhia, Lowell McAdam, afirmou que o próximo motor de crescimento da prestadora virá de soluções de segurança, cloud computing e M2M (máquina a máquina, em inglês).

Verizon supera meta de assinantes em negócio de wireless e cresce 3,4%

Assim como diversas empresas de tecnologia, a operadora móvel tem voltado seus esforços para áreas além da mobilidade, e a segurança é uma dessas que tem ‘inflamado’ os negócios, por causa do vazamento de dados de setores de varejo e bancário, com destaque para o da Target, em dezembro passado. “Por causa de todos os ataques que aconteceram contra varejistas e sistemas bancários temos uma demanda grande para a área de cibersegurança”, disse McAdam, ressaltando que espera que a nuvem ajude a empresa a atender essa demanda.

Para o gestor, a economia dos Estados Unidos tem sido desafiadora. “A economia está começando a mostrar vida, mas eu diria que ainda precisa melhorar”, e adicionou que nos últimos dois anos a companhia tem trabalhado para melhorar os serviços prestados no setor corporativo.

No quarto trimestre do ano passado, os serviços estratégicos para o mercado corporativo cresceram 2.3% no comparativo anual, atingindo US$ 2.14 bilhões, principalmente com vendas para data centers, nuvem, e serviços de segurança. Esses serviços, atualmente, representam mais de 59% de toda a receita global da Verizon. Mas, os gastos públicos e corporativos, de forma geral, causaram um declínio de 5.2% na receita, a US$ 3.6 bilhões.

“A nuvem, segurança, e M2M estão crescendo bem, mas a questão é quando eles se tornarão grandes o suficiente para compensar o declínio de serviços fixos que temos”, afirmou. “Acho que ainda temos um ano pela frente”, pontuou.

 

Fonte:ipnews


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!